Curtas e boas

- Uma cerimônia funerária estava sendo realizada para uma mulher que havia acabado de falecer. Ao final da cerimônia, os carregadores estavam levando o caixão para fora, quando, acidentalmente, bateram numa parede, deixando o caixão cair. Eles escutaram um fraco lamento. Abriram o caixão e descobriram que a mulher ainda estava viva! Ela viveu por mais dez anos e, então, morreu.

Mais uma vez uma cerimônia foi realizada e, ao final dela, os carregadores estavam novamente levando o caixão. Quando eles se aproximaram da porta, o marido gritou:

"Cuidado com a parede!!!!!"

- É um casal de 80 anos, que está começando a ter problemas de memória. Eles vão ao médico para ser examinados. O medico faz um check-up e diz aos velhinhos que não há nada de errado com eles, mas que seria bom ter um caderninho para anotar as coisas.

À noite, quando estão os dois assistindo TV, o velhinho levanta e a mulher pergunta:

- Onde você vai?

- À cozinha - responde ele.

- Você não quer me trazer uma bola de sorvete? - pede ela.

- Lógico! - responde o marido solícito.

- Você não acha que seria bom escrever isso no caderno? pergunta ela.

- Ah, vamos! Qual é? Ironiza o velhinho - Eu vou me lembrar disso!

Então ela acrescenta:

- Então coloca calda de morango por cima. Mas escreve para não ter perigo de esquecer.

- Eu lembro disso, você quer uma bola de sorvete com calda de morango.

- Ah! Aproveita e coloca um pouco de chantilly em cima! - pede a velha - Mas lembre-se do que o médico nos disse... escreva isso no caderno!

Irritado, o velhinho exclama:

- Eu já disse que vou me lembrar!!

Em seguida vai para a cozinha.

Depois de uns vinte minutos, ele volta com um prato com uma omelete.

A mulher olha para o prato e diz:

- Eu não disse que você iria esquecer ? Cadê a torrada?