Engenheiro da FPT Industrial é premiado durante Congresso SAE Brasil

A FPT Industrial, uma das maiores fabricantes de motores do mundo, celebra o reconhecimento de seu colaborador durante o Congresso SAE BRASIL Awards Ceremony 2018, que premia jovens engenheiros e estudantes de engenharia em São Paulo (SP). Ítalo Lopes da Rocha, engenheiro de 26 anos, recebeu a menção honrosa no 8º Prêmio SAE BRASIL Jovem Engenheiro. A premiação aconteceu durante o Congresso SAE Brasil, realizado entre os dias 7 e 9 de novembro, na capital paulista.

Indicado pela FPT Industrial no programa de desenvolvimento dos motores a diesel para atender às novas normas off road MAR-I/Tier 3, em vigor no Brasil desde o início de 2017, Rocha foi o responsável por desenvolver as calibrações dos propulsores para atender os limites de emissões da certificação. “Sempre buscando soluções mais adequadas para o mercado brasileiro, com ganho de eficiência para o cliente final", explica Evandro Cruz, gerente de Engenharia de Produto da FPT Industrial e responsável de calibração de motores. 

“O prêmio é um reconhecimento do trabalho comprometido do funcionário, e o tema foi escolhido devido ao ineditismo dentro da FPT Industrial, que com seus investimentos desde 2015 conseguiu antecipar a entrega de 49 novos motores dentro da norma, ainda em 2016, com SCR - Selective Catalyst Reduction”, destaca Cruz. Os homenageados tiveram seus perfis aprovados pelo Comitê de Reconhecimento da SAE BRASIL, que avaliou quesitos como soluções inovadoras (produto e processo), aprimoramento da qualidade, redução de custos e sustentabilidade.

Detalhes do projeto inscrito

No quesito de soluções inovadoras, o engenheiro da FPT se destacou por ter participado da solução que garantiu a redução dos níveis de emissões MAR-I/Tier 3: a adoção de um sistema de pós-tratamento o SCR (Selective catalytc Reduction) para redução de Nox.

Nas versões de alta potência para o Brasil, foi desenvolvida uma solução local e bem-sucedida para uma colheitadeira de grãos com motor FPT Cursor 13 de 390 / 430 kW, com sistema de pós-tratamento com a tecnologia SCR. “Todo o desenvolvimento da calibração do motor, que não existia no mundo na FPT Industrial, foi desenvolvida por Rocha no laboratório de motores”, destaca o gerente da FPT Industrial. “Foram mais de 800 horas de testes em laboratório e em campo, para validar uma solução ainda não presente na gama de produtos da marca”, completa. 

Mais sobre o Prêmio 

Lançado em 2010, o Prêmio Jovem Engenheiro promove o reconhecimento de profissionais com até 35 anos de idade, formados no máximo há 10 anos, que tenham executado trabalhos que demonstrem desempenho excepcional do candidato nas áreas de soluções inovadoras (produto e processo), aprimoramento da qualidade, redução de custos e sustentabilidade. As empresas indicam seus colaboradores a participar, baseadas em critérios estabelecidos pela SAE BRASIL, que posteriormente, são avaliados pelo Comitê de Reconhecimento da entidade.