Mercedes-Benz lançou novo Axor com túnel do motor rebaixado na Fenatran

Os caminhões extrapesados Axor da Mercedes-Benz estão totalmente renovados. Esta é a linha que mais recebeu recursos derivados do ECONFORT, filosofia de desenvolvimento lançada em 2014 e que assegura um alto padrão de economia, conforto, força e desempenho para o transporte de cargas rodoviário e fora de estrada. Já são cerca de 57 itens agregados, sendo que 13 novidades serão lançadas na Fenatran 2017, o maior e mais completo Salão de Transporte Rodoviário de Carga da América Latina.

“Com todos esses aprimoramentos, o Axor representa a plenitude do ECONFORT”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Vamos mostrar no evento que terminamos um ciclo de novidades que resultaram num novo Axor, com muito mais valor agregado aos clientes da marca, reforçando o reconhecido baixo custo operacional e o seu excelente custo/benefício”.

Na Fenatran, as novidades serão apresentadas por meio da exposição dos modelos 2544 6x2 rodoviário, nas cores Cinza Galcon e Laranja Setter, e 3344 6x4 fora de estrada, na cor Amarelo Lamec. “Esses 57 novos itens foram solicitados pelos nossos clientes. E isso prova que estamos cumprindo à risca o compromisso estabelecido no slogan ‘As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve’”, diz Leoncini.

O interior renovado 

Uma das grandes novidades da linha, tanto rodoviário, quanto fora de estrada, é a introdução de um novo túnel do motor mais baixo, 100 mm em relação ao anterior. O túnel passa a ter cerca de 200 mm de altura, “o menor de sua categoria”, proporcionando muito mais espaço e comodidade no interior da cabina.

No caso da cabina Leito Teto Alto, a diminuição do túnel resulta numa altura interna livre sobre ele de 1.780 mm, proporcionando assim mais praticidade e conforto para o motorista. Isso também facilita a movimentação interna. Já na cabina Leito Teto Baixo fora de estrada, a altura no interior chega a 1.310 mm, assegurando igualmente um ótimo nível de conforto.

Para um maior padrão de bem-estar a bordo, ganha, ainda, um novo climatizador, mais compacto (75 mm mais baixo sobre o teto da cabina) e mais leve (menos 18 kg), porém com maior volume de água (mais 6 litros). Essa novidade assegura melhor aerodinâmica ao caminhão, com mais eficiência e economia de combustível, além de mais conforto para os ocupantes.

O motorista ganha mais benefícios com o novo Axor. Este é o caso do painel de instrumentos com novas funções. As novidades ficam por conta de informações sobre a pressão de turbina, muito requisitada por motoristas, tempo/consumo em marcha lenta, consumo em litros e alerta de velocidade. O cliente tem ainda vários idiomas à escolha para configurar seu painel: português, inglês, espanhol, alemão e árabe. Essas novas características trazem vantagens como mais praticidade e melhor monitoramento do veículo.

O câmbio automatizado Mercedes PowerShift teve sua inteligência aprimorada, proporcionando um ajuste de troca de marchas mais refinado, tanto na regressão, como na progressão. Com isso, o caminhão trabalha na marcha mais correta para cada situação de operação.

Outro benefício dessa melhora de inteligência é a introdução do novo Piloto Automático, que oferece praticidade e economia no dia a dia da operação do caminhão. No piloto automático tradicional, a inteligência está configurada para o veículo atingir a velocidade ajustada o mais rápido possível, ou seja, em máximo desempenho (“plena carga” no acelerador), aplicando-se o máximo torque e potência. A nova versão está configurada para economia de combustível, isto é, o sistema reconhece as condições da pista (inclinação) e carga, por meio dos sensores do veículo, e ajusta a demanda de torque e potência do motor orientando-o para trabalhar com economia de combustível. Por exemplo: em um declive, ao invés de acelerar com plena carga para atingir a velocidade desejada o mais rápido possível, o sistema identifica a inclinação da pista e aproveita a inércia do veículo para atingir a velocidade desejada. Isso pode proporcionar até 1% de economia de combustível em relação ao piloto automático tradicional.

A Mercedes-Benz também traz três novas tecnologias de segurança para a linha, tanto rodoviária, quanto fora de estrada. O HSA (Hill Start Aid) é um sistema que auxilia o motorista nas partidas em rampa. Nestas condições, o caminhão fica com o sistema de freio acionado por até 3 segundos até que se acelere o caminhão.

Outra novidade é o EBD (Eletronic Brake Force Distribution), distribuição da força de frenagem. Este sistema funciona em conjunto com o ABS e tem a função de distribuir a força de frenagem entre as rodas do veículo, evitando o travamento delas e oferecendo mais segurança na condução do caminhão.

Já o ASR (Anti Slip-Regulation) controla a tração das rodas do veículo, evitando que as mesmas patinem, aumentando a segurança e oferecendo uma melhor dirigibilidade para o motorista.

Os cavalos mecânicos passam a contar com iluminação da 5ª roda. Isso significa maior segurança e facilidade de engate e desengate durante a noite, aumentando a produtividade no transporte. Oferece ainda maior praticidade na manutenção.

Atendendo a solicitações de clientes e dos motoristas, os novos Axor rodoviários e os fora de estrada passam a disponibilizar as chamadas “chineleiras” para guarda de calçados. Trata-se de uma cobertura de degrau na região das portas, que, além de mais segurança, oferece mais conforto e evita sujeira no interior da cabina.

Também com foco em mais praticidade e conforto no interior da cabina, conta com uma nova localização do “macaco”, agora armazenado num compartimento externo do lado esquerdo da cabina (lado do motorista). Além de mais fácil acesso, isso significa mais privacidade dentro da cabina e maior espaço para bagagem debaixo da cama, onde antes era guardado esse item.