MAN Latin America investe para ampliar acesso da população à saúde

Milhares de pessoas, entre bebês, crianças e adolescentes, além de suas famílias, agora poderão contar com instalações médicas de ponta no tratamento de suas doenças desenvolvidas com investimentos da MAN Latin America. A empresa acaba de concluir duas importantes iniciativas para a sociedade, em linha com sua política social: a construção de uma unidade de reabilitação no hospital do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC), em São Paulo (SP); e de uma unidade de tratamento intensivo (UTI) neonatal no hospital maternidade Apmir, de Resende (RJ).

A unidade de reabilitação, que recebeu o nome de Reabiliteca, no Hospital do GRAACC, atua nas sequelas dos tumores e de seu tratamento, como as amputações, as paralisias, a perda de força muscular, nas dificuldades para realizar atividades diárias, nos distúrbios de fala e deglutição. A equipe é formada por fisiatra, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos. Neste espaço é possível realizar sessões multidisciplinares com fonoaudiólogo, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional especializados, com todos os equipamentos necessários  para o tratamento de reabilitação, visando à melhora da qualidade de vida O investimento envolveu também melhorias no centro cirúrgico, com o desenvolvimento da infraestrutura de climatização.

Com atendimento anual a mais de três mil crianças e adolescentes com câncer, sendo 90% desse público encaminhado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o investimento o hospital permite aprimorar ainda mais os serviços prestados, garantindo taxa de cura em cerca de 70%, acima da média nacional.  “O apoio da MAN Latin America é de extrema importância para mantermos o alto padrão necessário a um tratamento adequado, com qualidade de vida, maior conforto e segurança para nossos pacientes”, afirma Sérgio Petrilli, superintendente médico do GRAACC.

Para a Apmir, maternidade de Resende — cidade onde está a fábrica da MAN Latin America —, o investimento significou também aumento da capacidade de atendimento. Hoje o hospital tem dez leitos em sua UTI neonatal, todos equipados com tecnologia de referência na área e com potencial para ampliar ainda mais. “Com essa estrutura, diminuímos os danos e sequelas ao bebê, especialmente quanto à taxa de morbidade”, avalia Theodora Cerqueira, presidente da Apmir.

A UTI neonatal da Apmir segue padrões internacionais para o suporte à vida do recém-nascido. “A população já tem sentido essas mudanças. A internação na UTI amedronta e fragiliza a família, mas com o apoio da MAN Latin America elevamos nossa qualidade tecnológica e conseguimos fortalecer a cidadania e a alto-estima de uma população previamente excluída”, avalia Theodora.

Essas iniciativas fazem parte da política da MAN Latin America de responsabilidade social. “Sabemos do nosso papel na sociedade e buscamos colaborar cada vez mais com as comunidades em que estamos inseridos para garantir mais qualidade de vida. Esses são dois projetos de grande relevância para nós pelo que significam em termos de acesso à saúde para a população carente de nosso país”, destaca Roberto Cortes, presidente e CEO da MAN Latin America.