Ford já produziu aviões

A Ford criou diversos veículos que são ícones da indústria, mas há um lado menos conhecido da sua história como fabricante de aviões. Entre os anos de 1925 e 1933, ela produziu o Trimotor, avião com fuselagem de alumínio destinado à operação comercial. Esse conceito de inovação sempre esteve presente no chamado DNA da marca, buscando as tecnologias mais avançadas para aplicar em seus produtos, como são exemplos hoje o supercarro Ford GT e a picape F-150 Raptor.

Trimotor

Há cerca de 92 anos, o fundador da empresa, Henry Ford, idealizou um avião acessível, robusto e potente. Por essas semelhanças com o modelo que popularizou o automóvel no mundo, o Ford Trimotor era chamado na época de “Modelo T voador”. A aeronave da Ford vendeu cerca de 200 unidades e estrelou o filme Indiana Jones e o Templo da Perdição, de Steven Spielberg. Foi também um dos aviões da frota presidencial dos Estados Unidos, transportando o então presidente Franklin Roosevelt.

A sua construção com fuselagem de alumínio marcou época. Os três motores e o design da aeronave supreenderam a incipiente indústria aérea na década de 20. Também destacou-se no setor de aviação comercial no mundo, dando início ao mercado de transporte aéreo pessoal e de carga de entrega rápida.

Inspiração nas aeronaves

Carros que voam ainda não são realidade. Embora a Ford não fabrique mais aviões, a inspiração nessas máquinas está presente em muitos modelosda marca, como os atuais Ford GT e a F-150 Raptor, com tecnologias voltadas para o máximo desempenho e eficiência.

Uma das inovações aerodinâmicas usadas no Ford GT, em processo de patenteamento, é o aerofólio em formato de asa que muda conforme a velocidade quando o carro está no modo de corrida, melhorando o seu desempenho em até 14%. Já a F-150 é a primeira picape com carroceria leve de alumínio de alta resistência, material desenvolvido originalmente para a aviação.

Inspiração

A ligação da Ford com o setor é mantida também através do apoio à Experimental Aircraft Association Gathering of Eagles, organização dos Estados Unidos que incentiva os jovens a seguir carreira na aviação. Este ano, a Ford criou a F-150 Raptor F-22, inspirada no caça Lockheed Martin F-22 Raptor, leiloada por mais de US$300 mil no evento anual da associação.

Entre outras modificações, a picape tem motor 3.5 EcoBoost de mais de 550 cv, suspensão ajustável com amortecedores Fox, freios de seis pistões, faróis de LED, peças da carroceria em fibra de carbono e pintura especial.